Universidade dos Açores

Evento

1ª sessão do ciclo de seminários “Ensinar e aprender Matemática: diálogos e conjunções numa perspectiva interdisciplinar”

1ª sessão do ciclo de seminários “Ensinar e aprender Matemática: diálogos e conjunções numa perspectiva interdisciplinar”

Ao longo do corrente ano lectivo, decorrerá, na Universidade dos Açores, em Ponta Delgada, o ciclo de seminários “Ensinar e aprender Matemática: diálogos e conjunções numa perspectiva interdisciplinar”, no âmbito da 1ª edição do Mestrado em Matemática para Professores. Este ciclo de seminários conta com a colaboração de professores dos Departamentos de Matemática e de Ciências da Educação da Universidade dos Açores e do Departamento de Matemática da Universidade de Coimbra. Serão exploradas temáticas ligadas à Matemática e ao Ensino numa perspectiva interdisciplinar.  A convergência de saberes e o entrosamento entre diferentes áreas científicas constitui uma mais-valia no percurso de formação dos professores de Matemática dos Ensinos Básico e Secundário, daí a pertinência destes seminários.

Cada seminário terá como duração, aproximadamente, 50 minutos, seguido de um breve debate, e será aberto a toda a comunidade. Serão emitidos certificados de participação a todos os interessados.  As datas e salas dos seminários estão disponíveis no cartaz em anexo. Aguardamos a presença de todos os interessados nas temáticas abordadas e numa reflexão interdisciplinar sobre o ensino da Matemática.

No próximo dia 25 de fevereiro decorrerão os primeiros seminários na sala 5 do Complexo Científico da Universidade dos Açores:


10:00 - O conceito pelo conceito, Helena Melo (DM, UAc)

Resumo: “Os conceitos matemáticos, definições e noções, só por si e pelo que significam, proporcionam uma transmissão didático-pedagógica de ideias previamente construídas e bem estruturadas, quer em relação à álgebra, à análise ou à geometria. Alguns destes conceitos, analisados de um modo mais profundo, indicam-nos uma maneira simples e eficaz que pode possibilitar a sua melhor compreensão. Com alguns exemplos, nestas três áreas da matemática, será dado a conhecer como, didaticamente, o conceito, pelo conceito, pode ser apresentado.”

Breve CV: Professora auxiliar do Departamento de Matemática da Universidade dos Açores, desenvolve atividades de docência, investigação e extensão na Universidade dos Açores, onde obteve o doutoramento em Matemática na especialidade de Álgebra. Atualmente desenvolve trabalhos de investigação nas áreas de Geometria (Euclidiana, Transformações, Inversiva, Projetiva, entre outras), Contradomínios Numéricos coligados aos Sistemas Dinâmicos, Educação Matemática, História da Matemática e Matemática Recreativa, nesta última, com incidência especial na criação de jogos matemáticos. E presidente da AMIL – Associação de Matemática Interactiva e Lúdica promovedora do Campeonato Regional de Jogos Matemáticos. Tem feito inúmeras palestras de divulgação científica em escolas do Ensino Básico e Ensino Secundário na Região Autónoma dos Açores, bem como ações de formação, palestras e seminários para os professores de todos os níveis de ensino, na área de Matemática e afins.


11:00- Introdução de módulos científicos avançados na Matemática, João Cabral (DM, UAc)

Resumo: “A introdução de módulos científicos avançados para suportar a didáctica tem uma importância fundamental no ensino da Matemática. Mas esta necessidade esbarra com a falta de tempo que os professores têm para desenvolver estratégias novas e implementa-las, já que ficam presos a uma máquina burocrática que consome tempo precioso, que poderia ser investido no ensino. Os conceitos didácticos e os conteúdos científicos têm de trabalhar juntos, tipo roda dentada numa engrenagem do conhecimento, em que o conhecimento didáctico permite introduzir conceitos que depois serão explorados cientificamente, e os conceitos científicos por sua vez têm de possibilitar a expansão didáctica, que se reflectirá na criatividade do aluno. Esta dialéctica permite uma progressão no conhecimento que terá efeitos imediatos na motivação e na captação da atenção por parte de quem aprende.”

Breve CV: Professor Auxiliar do Departamento de Matemática da Universidade dos Açores. Doutorou-se no ramo de Matemática na especialidade de Análise pela Universidade dos Açores em 2009. Foi docente no ensino secundário na escola Básica Integrada de Arrifes, Secundária de Laranjeiras e Secundária da Ribeira Grande, sendo, desde 1998, docente no ensino superior até à atualidade. Atualmente é diretor do Centro de Matemática Aplicada e Tecnologias de Informação, centro de investigação do Departamento de Matemática da Universidade dos Açores, desenvolvendo investigação na área de Sistemas Dinâmicos, no campo da Matemática Aplicada, e mais recentemente na área da Dinâmica de Conteúdos na Sala de Aula, no campo da Didática da Matemática. Já participou em diversas conferências internacionais, em inúmeros países europeus, apresentando trabalhos de investigação no domínio da iteração de funções racionais e é atualmente membro sénior da American Mathematical Society, e associado da Sociedade Portuguesa de Matemática.

Descarregar anexo


2012-2-17 por Ricardo Cunha Teixeira
AcessibilidadeD. XHTML CSS
desenvolvido por morfose e UAç © 2010 | Termos de utilização